Tamanho
do Texto

Simpósio de Comunicação Traz Inovações

Simpósio de Comunicação Traz Inovações

Foi grande a receptividade dos participantes do 2º Simpósio Paulista de
Comunicação Social Espírita. Realizado na sede nova da FEESP Federação Espírita
do Estado de São Paulo, a partir do dia 6 de setembro à noite, com a abertura
por conta de Antonio César Perri de Carvalho, abordando o tema “A Comunicação
Social nos Dias de Hoje”.

No dia 7 houve a Prévia do 1º COMBRADE – Congresso Brasileiro de Divulgadores
do Espiritismo, e mais seis exposições: 1ª Pesquisa sobre Centros Espíritas, por
Marco Aurélio Medrado e Jenny Bastos de Souza, Bahia; Uso e Aplicações da Música
no Espiritismo, por Jether Jacomini Filho; O Computador como Dispositivo de
Divulgação (Espiritismo na Internet), por Milton Dias Filho; Desenvolvendo
Experiências e Conquistando Espaço no Rádio, por Éder Fávaro; Como Desenvolver
Palestras e Alcançar Bons Resultados, por Américo Luiz S. de Almeida e Ivan René
Franzolim; Como Entender e Dar Qualidade ao Jornal Espírita, por Eduardo
Fernandes.

No dia 8, pela manhã, foram realizadas quatro apresentações, além do Resumo
Final. Caio Salama apresentou A Força da Imagem Produzindo a TV Espírita; Wilson
Garcia desenvolveu o tema Em Busca do Conteúdo e da Qualidade no Livro Espírita;
Ivan René Franzolim discorreu sobre O Espírito da Mensagem na Comunicação dos
Espíritos e Adalgiza Balieiro apresentou o tema O Uso da Comunicação Segundo a
Teoria de Sistemas.

O Evento começou a ganhar personalidade e definição com a oração de abertura,
feita por Éder Fávaro. Nela, pode-se registrar: “…busca por uma mentalidade de
qualidade”; “…crescer na defesa dos ideais espíritas servindo de instrumento e
meio para a difusão do Espiritismo”; “…criar novos paradigmas para enriquecer
o homem na conquista da sabedoria…”

A palestra de abertura do Perri, marcou o tom do simpósio. Franca, objetiva e
realista, fazendo refletir sobre qual a contribuição que o Espiritismo deu à
sociedade e qual ele tem potencial para dar. Falou sobre as atividades de
assistência social encaradas como atividade fim, e não, como atividade meio.
Abordou as homenagens prestadas aos espíritas que nenhuma utilidade tem para a
difusão do pensamento espírita e acabam sendo ingenuamente usados para atender a
outros interesses. Alertou que não estamos conseguindo atingir o público mais
simples, que constitui a maior parte da população, as chamadas classes C e D.

Todas as palestras que se seguiram trouxeram grande contribuição à tarefa de
comunicar bem o conhecimento espírita. Caio Salama transmitiu sua experiência no
programa Reencarnação, da TV Manchete, salientando que é através desse canal que
se consegue atingir as classes C e D. Milton Dias fez uma apresentação muito
didática sobre a Internet e suas possibilidades de difusão da mensagem espírita.
Raul Franzolim Neto trouxe sua experiência como pioneiro na divulgação através
da Internet. A dupla baiana, Marco e Jenny apresentaram o resultado de uma
pesquisa elaborada sob critérios científicos, demonstrando a situação atual dos
Centros Espíritas da Bahia. Jether aproveitou sua experiência em rádio para
orientar sobre o uso correto da música nas atividades espíritas. Éder mostrou as
possibilidades do rádio como instrumento de divulgação. Américo e Ivan
desenvolveram um mini-curso sobre apresentação de palestras, demonstrando o uso
de projetor de slides com ilustrações especiais e a aplicação de programa de
apresentação de palestras em microcomputador com auxílio de projetor tipo telão.

Eduardo mostrou que o jornal espírita, apesar de sua grande melhora nos
últimos anos, ainda tem muitos pontos a serem aperfeiçoados. Wilson se
aprofundou no tema sobre os livros espíritas propondo medidas para a busca de
conteúdo e da qualidade.

Adalgiza deu um verdadeiro curso enfocando a teoria de sistemas e a
comunicação, esclarecendo que “bem administrar”, nada mais é que transformar,
pela comunicação, os recursos de que dispomos em produtos, serviços ou
resultados. Ivan instigou os participantes ao exame e discernimento das
mensagens mediúnicas objetivando sua real utilidade para os diferentes tipos de
público que ela pode ser dirigida.

Todos os participantes receberam amplo material em disquete, para auxiliar a
divulgação do Espiritismo, contendo pesquisas bibliográficas, levantamentos
feitos na Bíblia, sinopses de palestras, relação de temas, resumos de livros,
dicionários, efemérides e guia para leitura de livros, entre muitos outros
itens.

Prévia do 1º COMBRADE

Democraticamente conduzida por Wilson Longobucco, presidente da ABRADE –
Associação Brasileira de Divulgadores do Espiritismo e Marcus Vinicius Ferraz
Pacheco, secretário executivo da ABRADE e presidente da ADE-PE, a prévia partiu
da premissa que são os próprios divulgadores que devem dar as diretrizes básicas
para a realização do 1º COMBRADE – Congresso Brasileiro de Divulgadores do
Espiritismo, cuja data já está fixada para 31 de outubro, 1 e 2 de novembro de
1997, em Recife, Pernambuco.

Discutiu-se, basicamente, o nome do evento, seu objetivo, o público-alvo e o
homenageado.

Foi bastante atuante o público presente no simpósio demonstrando claro
interesse e percepção da importância de um evento nacional voltado à comunicação
no Espiritismo. Houve necessidade de se estender a prévia para além do horário
estipulado. Cinco ADE estiveram presentes das onze existentes. Os Estados
representados foram: São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Bahia e Paraná.

Ivan fez um breve preâmbulo para auxiliar o processo de envolvimento dos
participantes. Lembrou que a comunicação abrange o público interno — os
espíritas e simpatizantes que participam do movimento espírita, e o público
externo — os não espíritas. Segundo ele, a missão de todos os espíritas seria
trabalhar para a continuidade do Espiritismo, contribuindo para disseminar os
princípios da Doutrina em todas as pessoas, para que cada um possa decidir sobre
seu aprofundamento. Sugeriu a frase: Divulgação do Espiritismo em todas as
direções, como chamada para o COMBRADE.

Em síntese, o resultado da prévia foi o seguinte:

Nome do evento: 1º COMBRADE
Evento paralelo: 10º Congresso Brasileiro de Jornalistas e Escritores Espíritas
Público alvo: dirigentes, trabalhadores e todos espíritas envolvidos com a
divulgação do Espiritismo
Homenageado: Deolindo Amorim
Slogan: Divulgação total do Espiritismo com qualidade

Foi consenso entre os presentes que o sucesso do evento será proporcional à
quantidade de Centros Espíritas que se conseguir atingir com o anúncio do
evento. Para isso, será imprescindível contar com o apoio das instituições
espíritas representativas de cada Estado.

A prévia foi encerrada em clima de grande motivação, com a certeza que será
realizado um mega-evento, não em termos quantitativos, mas visando a qualidade e
a efetiva contribuição para a melhoria dos processos de comunicação em todos os
segmentos e em todas as instituições espíritas.

Volta para o índice

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior