Literatura Espírita

Tamanho
do Texto

Novo livro da filósofa Sonia Theodoro da Silva destaca a filosofia espírita como valiosa ferramenta de transformação, consolo e sentido para a vida

Diversas escolas filosóficas abordaram meios para o alívio das aflições ocasionadas por doenças, guerras e conflitos de toda a sorte.

A escritora, expositora,  filósofa e espírita, Sonia Theodoro da Silva, pesquisou a história da filosofia e encontrou pontos de conexão com os momentos históricos e conceituais da filosofia nessa abordagem, com a Filosofia Espírita, a mais valiosa ferramenta de transformação, consolo e sentido para a vida.

Em entrevista ao Portal do Espírito, a filósofa e pesquisadora conta mais sobre o novo livro As Consolações da Filosofia Espírita – O consolo do conhecimento para uma época em transição e nos convida a mergulhar nesse universo de conhecimento capaz de trazer tantas respostas e descobertas surpreendentes. 

 

Como a filosofia despertou o seu interesse? Conte-nos sobre sua trajetória no caminho da filosofia, suas pesquisas e também o estudo comparado com a filosofia espírita

 

Desde os meus 14 anos, quando meus pais me presentearam com meu primeiro livro de Filosofia, Os Filósofos, de José Herculano Pires, o que me levou posteriormente a ser grande admiradora e estudiosa do professor Herculano. 

Tempos depois, a convite da Fundação Maria Virgínia e José Herculano Pires, verti para o inglês o Concepção Existencial de Deus, e O Espírito e o Tempo, o primeiro lançado nos EUA em 2007. Por influência de meu pai, autodidata em Filosofia do Direito, aproximei-me desde a infância da Filosofia, que sempre ecoou em meu Espírito com todas as respostas que eu queria para a minha vida. 

Como meu pai fora espírita, eu também já estabelecia os contatos entre ambas, Filosofia e Filosofia Espírita. Tempos depois, ao terminar as Faculdades de Administração de Empresas e Inglês respectivamente, dediquei-me à profissão, mas nunca me afastei da Filosofia como modo de vida. Voltei a apreciá-la mais de perto, com estudos constantes, sob orientação do prof. Manoel São Marcos na FEESP, diretor do curso de Filosofia Espírita. 

Após bacharelar-me em Filosofia, minha linha de pesquisa segue em Antiguidade Clássica, e estabeleço contatos com a Filosofia Espírita em diversas abordagens, principalmente a escola estóica. 

 

Fale-nos sobre o trabalho que desenvolve no CEFE-Centro de Estudos Filosóficos Espíritas e no CENCAL- Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz, onde administra grupos de estudos em Filosofia e Filosofia Espírita

 

O CEFE-Centro de Estudos Filosóficos Espíritas completa este ano seis anos de atividades intensas na divulgação da Filosofia Espírita. Fundado em 03 de outubro de 2014, a partir do Projeto Pedagógico Estudos Filosóficos Espíritas, nosso trabalho se estendeu à França e Inglaterra, por meio de páginas em francês e inglês no portal de estudos www.filosofiaespirita.org, direcionadas às instituições correlatas, e artigos que escrevo para um jornal inglês, em Londres. 

Minhas atividades no CENLCAL sempre foram muito amplas, desde a direção e criação de departamentos e áreas de estudos nos Centros, criação da Assessoria de Comunicação das CAL (hoje Depto. de Marketing), e atualmente mantenho um Grupo de Estudos avançados online em Filosofia e Filosofia Espírita em seus aspectos convergentes, através da plataforma Google Meet. 

Antes da pandemia, man tínhamos dois Grupos de Estudos, o acima citado e o VER-Visão Espírita da Religiosidade, um estudo aprofundado sobre o desenvolvimento da espiritualidade e religiosidade, motivado pelos meus estudos em Israel e Itália; esperamos que a pandemia nos permita voltar.         

 

Poderia comentar sobre o papel da filosofia na compreensão da vida e do ser humano? Como podemos ampliar nossos horizontes a partir desses conhecimentos? 

 

A Filosofia em seu processo de desenvolvimento histórico, retrata a evolução do pensamento humano, da razão ou logos, em busca da Verdade. Esse processo começa na transição entre as religiões místicas antigas e o advento do pensamento racional, efetivando-se no século V a.C., com os pré-socráticos, Sócrates, Platão e Aristóteles. 

Existem várias escolas de pensamento criadas por seus filósofos principais e seguidores, que se dedicaram ao consolo das pessoas frente às adversidades da existência, desde a Grécia Antiga, passando por Roma, quando se efetiva a Escola Estóica romana, com Sêneca, Epiteto e Marco Aurélio. Todos os três dedicaram suas vidas a escrever livros que confortassem pessoas que haviam perdido seus entes queridos frente às guerras e outros eventos causadores de dor e sofrimento. 

Eu abordo em detalhes esses dois assuntos em meu livro, “As Consolações da Filosofia Espírita – O Consolo do Conhecimento para uma Época em Transição”.       

 

Você acaba de lançar o livro: “As Consolações da Filosofia Espírita – O consolo do conhecimento para uma época em transição”. Conte-nos mais sobre sua nova obra, seu trabalho de pesquisa e sua proposta de esclarecimento. Traz respostas sobre o período de pandemia que vivenciamos?

 

A partir de pesquisas realizadas na Antiguidade Clássica, com ênfase em Grécia-Roma, descobri que o tema “Consolar” sempre esteve presente nas escolas filosóficas antigas até a Idade Média. Eu venho pesquisando esse período desde minha viagem de estudos em Israel e Roma, e inclui nessa pesquisa a vida e obra do filósofo romano Anicius Boécio. Vivendo após a queda do Império Romano, ele escreve sua obra principal, “A Consolação da Filosofia”, em meio a sofrimentos ocasionados por uma injusta prisão. Seu livro é um marco da Filosofia sob a temática consolatória, e que vai se concretizar na Filosofia Espírita, com todo o conhecimento advindo das pesquisas de Allan Kardec e os Espíritos Superiores que compuseram a Falange do Espírito da Verdade.  

Sim, meu livro também historiografa a jornada consolatória através dos tempos até chegar em nosso grave e trágico período da pandemia da Covid 19.       

 

Como o próprio título da obra nos diz, vivemos na atualidade momentos de transição planetária em meio a dores e conturbações. Como a Filosofia Espírita pode nos ajudar a encontrar compreensão e consolo para atravessarmos esse período com mais fé e esperança?

 

É imperioso conhecer hoje a Filosofia Espírita em sua totalidade e profundidade, pois ela nos garante a certeza de que tudo o que passamos hoje é passageiro. O Espírito Emmanuel escreveu uma mensagem, intitulada “Tudo Passa”, e que, em poucas palavras, vai ao encontro desse anseio que todos temos de que os períodos mais difíceis que vivemos são de curta duração, frente à imortalidade do Espírito.   

 

Quais são os pontos de conexão entre as escolas filosóficas e a Doutrina Espírita em relação a compreensão das dores e sofrimentos, os acontecimentos, a vida e a morte, a fé a razão?

 

Todos esses aspectos convergentes (ou não), estão elencados em meu Projeto Estudos Filosóficos Espíritas e consequentemente nas aulas sobre Filosofia e Filosofia Espírita. Não podemos esquecer que a Filosofia como um todo é espiritualista (apesar de escolas existencialistas atuais afirmarem que não) e nesse sentido vai ao encontro da Filosofia Espírita, que por sua vez revela a Verdade, tão ansiosamente buscada em 2.600 anos de história da Filosofia.  

 

 Como o passado pode nos ajudar a compreender o nosso presente e mudar o nosso futuro?

A História que estudamos nas escolas, nada mais é que a nossa própria jornada através dos milênios. A Filosofia e a História estão intrinsecamente conectadas, pois a primeira é resultado da evolução do Espírito através da História. 

Se observarmos bem, e nos dedicarmos a estudar profundamente a Filosofia Espírita, veremos que a nossa própria evolução individual está em crescimento, porém, para tanto, é preciso que o ser humano se conscientize das responsabilidades que lhe competem diante de sua existência, a do próximo, e da Natureza que o cerca. Sem isso, é impossível ser feliz, no grau de felicidade que estamos inseridos neste plano de provas e expiações.     

 

Gostaria de deixar uma mensagem ou uma reflexão?

A nossa evolução espiritual depende de nos conscientizarmos quanto ao nosso papel nesta reencarnação, nossas responsabilidades para com a Vida que nos cerca. Em meu livro “As Consolações da Filosofia Espírita – O Consolo do Conhecimento para uma Época em Transição”, eu sinalizo os aspectos principais e essenciais para essa jornada! Desejo boa leitura a todos!

 

Você pode adquirir seu exemplar do livro As Consolações da Filosofia Espírita – O consolo do conhecimento para uma época em transição pelo site: www.mundomaior.com.br

 

Literatura Espírita

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior