dia histórico autonomia

Tamanho
do Texto

10-08-19 dia histórico!

A cidade de São Paulo sediou três especiais e históricos eventos espíritas. A comemoração, em 18-04-1957 no estádio do Pacaembú, do primeiro centenário de O Livro dos Espíritos, cuja palestra oficial foi proferida por Canuto Abreu; o lançamento da tradução restaurada do original de A Gênese, no salão do Centro Espírita Nosso Lar Casas André Luiz em 26-05-2018 (no qual se insere o livro O Legado de Kardec, de Simoni Privato); e o lançamento do livro Autonomia, a história jamais contada do Espiritismo, também no salão do CENLCAL em 10-08-2019, fruto de pesquisas do autor e documentos e textos do acervo de Canuto Abreu. Nos dois últimos eventos estiveram presentes descendentes de três dos componentes da mesa comemorativa em 1957: Canuto Abreu, Herculano Pires e Abraão Sarraf ! 

As informações em grande parte inéditas, trazidas à luz por esse livro, são uma pequena parte desse acervo que está sendo trabalhado no CDOR – Centro de Documentação e Obras Raras – criado como departamento da FEAL – Fundação Espírita André Luís, para organizá-lo e divulgar seu conteudo.

O evento foi aberto pelo sr. José Antonio Lombardo, diretor da FEAL. Ele que já nos havia emocionado, no também histórico dia 25-01-2018, declarando o compromisso assumido por essa instituição, de editar uma tradução restaurada de A Gênese, a partir do original de Kardec. 

Houve a palavra do sr. Aparecido José Orlando, atual presidente da USE – União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo, que pediu a leitura de dois textos que muito o emocionaram quando deles tomou conhecimento: uma carta inédita de Kardec, revelando saber que o Espiritismo seria desviado de sua trajetória natural, quando ele já não estivesse coordenando-o em presença física; e uma mensagem de Emanuel, ditada em nome de muitos Espíritos, pedindo a Canuto que esperasse a hora certa para divulgar essas cartas de Kardec e outras informações importantíssimas, conseguidas num esforço exemplar de persistência e senso de responsabilidade. 

Depois tivemos a palestra oficial proferida pelo autor do livro, Paulo Henrique de Figueiredo, discorrendo de forma lúcida, objetiva e sintética sobre seu conteúdo, o empenho na preservação e organização do acervo Canuto Abreu sob a guarda da FEAL, e como muitas pesquisas, documentos e informações puderam ser reunidos, formando o livro. 

Vários pontos da palestra arrancaram lágrimas dos presentes, e entre tantas outras memoráveis, fica a frase: Para ser espírita é preciso ser otimista. Ela engloba a postura, dedicação e devoção inquestionáveis de Kardec, e a fidelidade e seriedade dos pioneiros do Espiritismo, o que nos remete a Jesus e os primeiros cristãos.  Mas também é demonstrada no que se pode chamar de corajosa saga do professor Canuto, em busca do verdadeiro conteúdo deixado por Kardec, bem como a otimista coragem do seu silêncio, acatando o pedido dos Espíritos, até que a hora chegasse.  

Essa hora, por inúmeras razões contidas no livro, chegou!

Vivemos esse momento histórico nesse dia e local, nos convocando para darmos realidade ao que diz a frase, a começar pela leitura e estudo do livro Autonomia, que esclarece muito da história do Espiritismo, que tanto Kardec desejava fosse conhecida por todos, em seus detalhes. E prosseguindo, pelo reestudo sério de A Gênese restaurada do original, para um bom entendimento do desvio doutrinário promovido, e a necessária recolocação conceitual dos Princípios do Espiritismo.  A fé raciocinada…

  O livro Autonomia, a história jamais contada do Espiritismo, traz importantes informações sobre o conteúdo cultural e conceitual vividos por Kardec e transpostos para o Espiritismo, com base na  Psicologia espiritualista e no Espiritualismo racional. Esse conhecimento retira o equívoco dele ser uma teoria exigente ou uma nova religião, porque revela que teve por base a compreensão psicológica da conduta humana como alma encarnada. 

Somando esse Princípio aos da evolução gradativa e pessoal de cada Espírito, mais o arbítrio e suas naturais consequências, o Espiritismo constitui-se numa ciência filosófica de consequências morais óbvia e natural, acessível a todos e consoladora de nossas dificuldades e embaraços, apontado um futuro feliz, verdadeiramente auto-conquistado. Otimismo opondo-se ao pessimismo. Autonomia opondo-se a heteronomia. Justeza das leis de Deus em sua plenitude.

Grande alegria tivemos do encontro com muitos amigos e companheiros espíritas, estabelecendo um ambiente de alta qualidade e digno de ter a presença de muitos Espíritos ligados a tudo que ali esteve sendo valorizado, restaurado e posto à público. Honroso e de altos sentimentos. 

Quem presenciou, jamais esquecerá!

Autora: Cristina Sarraf

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior