Tamanho
do Texto

Bem de vida

Não há aspiração mais generalizada do que a de querer todo o mundo estar
bem de vida, conquistar um lugar ao sol.

Todos se identificam quando pretendem melhorar de situação.

Discordâncias só as encontramos quanto à natureza das pretensões em vista, que,
a bem dizer, variam de indivíduo para indivíduo.

De tal maneira divergem as opiniões, tão díspares entre si se apresentam, por
vezes, que considerá-las sob o prisma dos particularismos importaria em pura perda
de tempo.

Entendemos que, sobre o assunto, só poderemos falar em tese.

As mudanças para melhor fazem parte da ordem natural das coisas; estão na sua
essência mesma. Se este princípio é verdadeiro, aplicado às formas animadas e inanimadas
da Criação, muito mais o será em se tratando do reino hominal.

Somos homens, isto é, seres pensantes, inteligentes, racionais. Logo, temos os
nossos problemas, e, dentro deles, as nossas aspirações.

Não podemos negar um fato que nos salta aos olhos pela sua própria evidência.

Negá-lo, nunca! Discuti-lo, sim. Melhor diríamos analisá-lo, apreciar-lhe as
circunstâncias, as condições, os fatores de envolvimento, sob cujas influências
agimos para decidir de nossa própria sorte.

Leitor, que diríamos de um doente que pretendesse participar de uma competição
atlética, qualquer que fosse ela?

Taxá-lo-íamos de louco, pelo desatino da ideia.

Não é outra a situação dos que tentam forçar situações para melhorar de vida.

Pensam em disputar a posse de grandes proventos, decorrentes de empregos rendosos,
de posições vantajosas, de cargos lucrativos, de negócios vultosos, sem se inquirirem
se estão preparados espiritualmente para entrar no seu usufruto com lúcido discernimento
das responsabilidades contraídas.

Têm o necessário; às vezes, além do necessário; todavia, querem mais, para maior
complicação de suas vidas.

Materialmente são proprietários de bens móveis e imóveis, de extensas fortunas;
mas gostariam de ser até mesmo donos das nações de que são filhos e, se fora possível,
do Planeta em que vivemos domiciliados.

Intelectualmente, também se acham dotados; no entanto, estimariam ofuscar quantas
outras inteligências existem.

Como vemos, na base dos seus desejos está a ambição desmedida, desenfreada, absolutista.

Este o grande mal! Esta a autoflagelação de quem busca a infelicidade pelas próprias
mãos, pedindo o que não pode, desejando o que não sabe, querendo o que não deve.

Pensam nos outros e em Deus quantos assim agem? Acreditamos que não pensam nem
em si mesmos, pois, se o fizessem, não perderiam a honra para ganhar evidência,
não sacrificariam a paz às intranqüilidades das especulações, não trocariam o céu
interior pelo inferno das torturas morais, não se mostrariam refratários às coisas
celestiais e eternas, para se chafurdarem nos pantanais das temporalidades letais
do mundo.

Melhorarmo-nos com relação às exterioridades pode pouco ou quase nada representar.
Melhorarmo-nos de dentro para fora, interiormente, intimamente – eis a questão,
o ponto chave de nossa existência.

Bem de vida estará, não propriamente quem melhora de situação material e, sim,
o que se melhora a si mesmo, crescendo em mentalidade superior, amealhando conhecimentos
elevados, enriquecendo-se de virtudes, agigantando-se nos valores do Espírito.

De que nos serve sermos, hoje, o que não mais seremos amanhã? possuirmos, agora,
o que nos será tirado depois? Job perdeu tudo o que tinha. Salomão findou seus dias
despojado de todas as suas glórias.

Ao ensejo do assunto, convém vejamos se, ao pensar em subir, não estaremos descendo;
ou se o melhor pretendido por nós não será, em realidade, o pior que nos sobrevirá;
ou, ainda, se a nossa almejada vitória não representará deplorável derrota, lastimável
perdição.

Homem bem de vida – situação problemática, quase sempre de desfecho suspeitoso,
em nossa transitória existência terrena.

Homem de bem na vida – situação definida para consecução definitiva do verdadeiro
objetivo de nossa destinação eterna. Esta a causa e a meta de nossa permanência
na Crosta Planetária e à qual tanto importa estejamos deveras atentos e de todo
empenhados em conquistar.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior