Tamanho
do Texto

O Fluido Cósmico e a Bioenergia

A questão atual se refere a existência do éter luminífero, para justificar a teoria do vácuo quântico e a teoria da relatividade, e surgimento de matéria a partir desse Nada.

A ORIGEM DAS COISAS

Tales, filósofo grego, foi quem afirmou que se devia buscar na umidade difusa na natureza o princípio gerador de todas as coisas. Anaximandro propõe que a unidade primitiva não seja exatamente a água e sim algo mais indeterminado – o apeíron. Isto é, o “ilimitado” ou “infinito”. Por esse ilimitado/ infinito entende ele o éter. Ele delineou a primeira teoria evolucionista, que considera a natureza submetida às transformações desde um estado menos determinado a outros cada vez mais determinados, modernamente se poderia dizer de maior entropia para menor energia livre. Anaxímenes também propõe que a formação dos seres é feita a partir da unidade primitiva “éter”, o “sopro”, “hálito”, “espírito” (no sentido primitivo de “vento”).

A EVOLUÇÃO DAS COISAS

Neste mesmo período surge o grupo formado por Parmênides e Empédocles. Parmênides procura saber como são as coisas em si, mas não fisicamente, nem de onde procedem. A tese central da filosofia de Parmênides é constituída pela contraposição entre Ser e o Não-Ser. Ao Ser não se pode atribuir nada, devendo se limitar a dizer que é Uno, Invariável, Imóvel e Eterno. Para tal compreensão Parmênides apela para a Razão, só ela é o meio eficaz de conhecimento.

O racionalismo é o meio de se alcançar o conhecimento pela elaboração de conceitos abstratos desenvolvidos pelo intelecto. É a oposição ao empirismo. O Espiritismo nos leva ao conhecimento tanto pela razão como pela evidência empírica.

A unidade do Ser e sua imobilidade geraram muitos debates. Zenon desenvolveu a dialética formal para defender seu mestre. Assim, dialeticamente, temos de considerar que o Não-Ser não pode ser desprezado. Uma tese que pode ser colocada é que o Não-Ser é a matéria. Posteriormente o conceito de Uno vem a definir Deus.

Uno: engloba os atributos de Único, Integral, Individualizado e Perfeito, pronto e acabado.

PARALELO ENTRE RACIONALISTAS

Como fica a relação entre o Ser e o Não-Ser, entre o Espírito e a Matéria? Para Parmênides não há nenhuma relação possível. Coube a Heráclito reconsiderar a imobilidade do Ser. Para Heráclito a realidade está em contínua mudança. O Universo é devir, se transforma, transcorre. Quer parecer que Heráclito não estimulava uma polaridade permanente do Ser e do Não-Ser, mas se referia a outra coisa, provavelmente não ao vácuo, pois daí não haveria mobilidade alguma. Não endossamos a opinião de que o vácuo seja o Não-Ser, como entendiam os gregos, pois esta é uma colocação muito pobre.

FILOSOFIA ESPÍRITA

Do Livro dos Espíritos temos os elementos constitutivos do Universo: Princípio Espiritual, Princípio Material e, além disso, o Fluido Cósmico.

Ora, não é difícil entender a que se referem os Princípios, mas nada sabemos do Fluido Cósmico, que tudo preenche e é considerado “Fluido Divino”.

Por outro lado, não é difícil compreender que Parmênides defendia a tese de que Espírito e Matéria são constituintes irredutíveis, como Ser e Não-Ser. Desta forma, o Espírito não tem como eliminar a Matéria, que é indestrutível, assim como a Matéria/ Energia não tem como afetar a existência do Espírito. Não há como transformar matéria em Espírito e nem como reduzir o Espírito à qualidade de matéria. Parmênides percebeu isso e declarou que são Substâncias autônomas, no que estava certo; tão certo quanto Heráclito, que defendia a tese da evolução, do dinamismo. Acontece que Heráclito se referia ao Ser, ao Espírito. Não se dignava discutir a Matéria, pois é inerte.

ÉTER E FLUIDO CÓSMICO

A questão continua: da onde procedem os seres? Segundo Anaximandro do ‘infinito’, do éter. Do Fluido Cósmico? Da Mitologia vem a teoria da Criação, desposada pelas religiões que a seguiram. Os seres seriam criados pela Divindade. Por Sua vontade. Mas não se explica a partir do quê. A Ciência desenvolveu a teoria da Evolução, mas também não explica a origem. Apesar da aparente contradição entre Criacionismo e Evolucionismo, esta contradição é só aparente, pois se referem a coisas distintas. Nada impede que após a Criação venha a ocorrer a Evolução, ou seja, se a Divindade criou a Matéria, que não evolui, apesar de estar sempre sofrendo mudanças, criou também o Espírito, que evolui. Se Deus criou Adão e Eva, fornecendo subsídios para o Criacionismo, os criou muito simples e ignorantes. Desde então a Humanidade evoluiu muito; evolução que dá suporte ao Evolucionismo.

1

O NADA

Aristóteles não aceitava o vácuo pois não se pode pensar sobre o que não existe, assim postulava uma essência, a quinta, a quintessência, que preencheria todo o Universo. Tal quintessência não tem como ser detectada pois não é constituída de matéria, ou sua matéria é tão sutil que escapa à técnica disponível. Supor que o vácuo é vazio é supor que se trata de algo que não pode ser provado. Se Parmênides e Heráclito não discutiam a origem dos seres, muitos outros ainda discutiam. Santo Agostinho afirmava que surgiram do Nada, seguindo a lógica de Anaximandro, supondo que tenham surgido do éter, que é imaterial, intangível. Contrariando o axioma: do Nada não sai nada!

O ÉTER E O FLUIDO CÓSMICO

A ideia de que as coisas tiveram uma origem, começo/ meio/ fim, difundida pelo Criacionismo, persiste e motiva as especulações. A procura pelo éter continua, a ideia de que as coisas vieram do éter é estimulante, já que é difícil pensar que as coisas sempre existiram, que a matéria sempre existiu e só serve para a atuação do Espírito. São duas as correntes atuais, que o éter existe e outra que o éter não existe, persistindo o vácuo. A Filosofia Espírita apenas nos informa que há um fluido cósmico no Universo, além do Espírito e da Matéria.

A RELATIVIDADE

Se tivermos radiação se movendo no espaço para todos os lados, isotropicamente, e se a densidade de fótons for proporcional à potência, então esse gás de fótons terá a mesma aparência para todos os observadores, conforme a construção de Paul Dirac. Tal ideia explica a experiência de Michelson-Morley que não conseguiu detectar o éter. Decorre do Princípio da Relatividade de Poincaré: é impossível medir o movimento relativo da matéria em relação ao éter; só se pode evidenciar o movimento da matéria em relação à matéria. Não conseguiu porque pelo Princípio da Incerteza de W. Heisenberg; que estabelece que há uma indeterminação quando as grandezas físicas estão relacionadas entre si. Assim, não dá para se determinar a posição e a velocidade de uma partícula, e nem do tempo e da energia.

O VÁCUO QUÂNTICO

A teoria quântica introduziu um conceito denominado “vácuo quântico” que pode ser tudo, menos vazio. Daí decorre que em qualquer região do espaço aparentemente vazio estão continuamente surgindo e desaparecendo “partículas virtuais”, que podem ser elétrons, fótons ou qualquer outra coisa.

DUALIDADE ONDA-PARTÍCULA

Podemos supor que os elétrons transitam da matéria para o fluido cósmico, o éter luminífero, e vice-versa. Ora como matéria ora como energia, seja química, calorífica, luminosa. Desta forma a questão se torna não se a matéria veio do éter ou fluido cósmico, e sim, por onde transita a energia. Pode-se supor que a matéria sempre existiu e existe coexistindo com a energia, na fórmula einsteiniana (E=m.c.c), “não podendo ser criada e nem destruída….”. Sendo o períespirito formado de elementos do Fluido Cósmico, pode atuar sobre a matéria, fazendo a interface entre o Espírito e a Matéria. Permite assim que a energia (mental?) flua do corpo físico para o perispiritual sob a ação da Mente, o Espírito.

BIOENERGIA

A maioria das enfermidades se origina na área emocional, como efeito do desequilíbrio da energia – como diz Joanna de Ângelis – transferindo-se para o psíquico ou o físico. Justifica que: tudo no Universo são energia e matéria (abstraindo o espírito), que se convertem. A Ciência Espírita reconhece a proposta de restauração do equilíbrio energético no Ser, entretanto ensina que a cura só ocorrerá pela recomposição dos valores morais.

TERAPIAS ALTERNATIVAS

A acupuntura considera o corpo como um instrumento de um ‘sistema energético’, sendo que as enfermidades se instalam quando ocorrem bloqueios na corrente de energia ou desequilíbrio proveniente de força mental devastadora. A ioga é outra prática de inestimável resultado, especialmente para a emoção em desequilíbrio e para graves problemas psicológicos, facultando o equilíbrio psicofísico. O reiki ou a aplicação de passes, do coronário ao genésico, propicia o equilíbrio de forças – incluindo até a ‘serpente adormecida’, que se manifesta em ascendente pela espinha dorsal. Neste mesmo sentido, a cromoterapia propicia resultados favoráveis na área da saúde, sendo a cor vermelha recomendável nos casos de melancolia e, inclusive, estados infecciosos como na varíola. A homeopatia se fundamenta no princípio ‘semelhantes curam os semelhantes’, e outras se multiplicam para o reequilíbrio da criatura da Terra, como: cristalterapia, fitoterapia, hipnose, psicobiofísicas, das vidas passadas, além das cirurgias psíquicas e mediúnicas.

Texto de Sérgio Daniel Astolfi, com extratos do livro Plenitude de Joanna de Ângelis/ Divaldo Franco, LEAL, 2018. Extrato da internet de Roberto de Andrade Martins.

 

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior