Tamanho
do Texto

O Livro dos Espíritos – II

O Livro dos Espíritos – II

Nenhuma outra doutrina dá, como o Espiritismo, uma noção clara, aceitável, da
vida e da criação. Os mitos e as lendas, como de Adão e Eva, do pecado original,
da rebelião dos anjos, liderados por Lúcifer, serviram para a infância da
humanidade. Hoje, nossa mente já pede alimentos sólidos, como no dizer de Paulo
à Igreja de Corinto: Leite vos dei, porque não podíeis digerir alimento sólido,
e ainda não podeis.

Logicamente Paulo falava à uma época muito próxima do Cristo. Hoje, dois
milênios depois, certamente estamos em condições de conhecer verdades mais
profundas e mais sólidas. Este é o papel do Espiritismo, oferecer alimento
sólido e substancioso. Entretanto, acostumados à papinhas, a maioria dos
cristãos rejeitam o alimento espírita, e mesmo entre os espíritas, existem
aqueles que, como disse o Prof. Herculano Pires, não querem largar as tetas das
cabras celestes.

Não largam o leite, a papinha, para não ter o trabalho de mastigar e digerir
o alimento sólido, e por isso recheiam o Espiritismo de fantasias e da ferrugem
das religiões que deixaram, sem abandoná-las totalmente, como a mulher de Lót,
olham para trás em busca das suas quimeras, e se petrificam.

Que bom saber que não fomos criados, como Adão, do barro da terra, e sim, da
luz das estrelas.

Os espíritos são os seres inteligentes do universo. Criados simples e
ignorantes, partem para a mais fantástica jornada, verdadeira epopéia, muito
mais extraordinária que qualquer odisséia.

Todos, sem exceção, partem do mesmo ponto e tem o mesmo objetivo, a
perfeição. Ninguém ficará perdido pelo caminho, mas dependerá de cada um, o
tempo que levará para alcançar a meta. Para os rebeldes, recalcitrantes ou
preguiçosos, as “eternidades serão mais longas”.

Ao contrário de uma existência limitada a menos de cem anos, com poucas
exceções que ultrapassam essa idade, o espíritos tem uma série inumerável de
vidas. A reencarnação é a mais justa e democrática lei do universo. Através das
reencarnações o espírito passa por todas as condições humanas, variando a raça,
cor, sexo, riqueza e poder, ou pobreza e desvalia. A reencarnação se dá na Terra
ou em mundos compatíveis com a nossa evolução, o que reforça a idéia de sermos
cidadãos cósmicos.

Quando encarnado, o homem é composto de corpo, perispírito e espírito. Ao
morrer o corpo, o espirito se liberta e leva consigo o perispírito, corpo
fluidico, vaporoso que guarda a forma ou aparência da última encarnação.

O Espírito viaja pelo espaço com a rapidez do pensamento, mas não pode estar
em dois lugares ao mesmo tempo, e nem se divide, porém, a sua irradiação mental
tem a força da sua evolução.

A criança que nasce e pouco tempo depois morre, durando algumas semanas,
meses ou alguns poucos anos, qual será o seu destino? Céu, Inferno ou o limbo?
Essas soluções seriam imorais, no entanto, o espírito que não é criança, pois a
sua personalidade fora do corpo que o restringe é adulta, reencarnará em novo
corpo, especialmente preparado para ela, e continuará a sua jornada. Qual
doutrina apresenta solução tão justa para tal problema?

O Espírito guarda consigo todo o patrimônio intelectual e moral adquirido.
Essas aquisições se apresentam, muitas vezes, como idéias inatas, vocações,
aptidões.

É interessante como o Espiritismo valoriza a vida. Não somos contra isto ou
aquilo, somos a favor da qualidade, da dignidade da vida. De acordo com o modo
que viver, o espírito será recebido no mundo espiritual ao desencarnar.
Carinhosamente pelos bons, se foi bom, ou amargará a companhia dos desditosos,
se foi mau, egoístas, violentos.

Os espíritos não ocupam lugar e nos cercam, nos acotovelam sem que os
percebamos, por isso, podem ler os nossos pensamentos. Alguns nos protegem,
outros nos invejam ou atacam, mas se a nossa vida for reta, leal, elevada, não
há porque temer a intromissão dos maus espíritos.

Sabendo tudo isso, e muito mais que o Espiritismo nos oferece, ficamos
tristes ao ver centros espíritas que curam o corpo que um dia irá morrer, mas
negligenciam a cura do espírito imortal. Mais do que a busca da salvação
empenhamo-nos na busca da iluminação, do conhecimento. No dizer de Kardec o
Espiritismo amplia os horizontes da humanidade.

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior