Tamanho
do Texto

O Perispírito: Instrumento do Espírito

O Perispírito: Instrumento do Espírito

“Servir-me-ei dos mais simples termos e imagens para fazê-los compreender os
fenômenos do espaço. Quando vocês desencarnarem, constatarão que radiações de
desigual intensidade escapam do perispírito e podem alcançar consideráveis
velocidades.

“Cada espírito, de acordo com seu grau de evolução, possui um aparelho
vibratório de maior ou menor perfeição, isto é, um instrumento adaptado a seu
ser. Do ser material emanam irradiações fluídicas pouco sutis, não celestes, e
cujas vibrações são quase nulas; no ser evoluído, ao contrário, a irradiação
fluídica pode ser comparada a uma corda de um dos instrumentos terrestres, muito
fina, muito sensível e cujas vibrações são excessivamente agudas. O ser
não-evoluído possui essa mesma corda, porém é como se ela estivesse mergulhada
em argila.

“Eis portanto o ser desencarnado em movimento no espaço.

Quando suas tendências o levam em direção à matéria, suas emanações fluídicas
não transmitirão ao perispírito senão sensações materiais. Porém, quanto mais a
evolução se acentua, mais as sensações materiais se atenuam e se apagam, o feixe
de emanações fluídicas adquire mais sutilidade, poder, delicadeza, suavidade.

“Sob a influência da prece, com os conselhos e a assistência de seus guias,
esse espírito evoluirá numa atmosfera totalmente fluídica. Suas próprias
radiações se encontrarão com as correntes fluídicas do espaço e daí resultarão
sensações maravilhosas de sonoridades, percebidas por todo o ser.

“O ser evoluído vive em esferas fluídicas onde reinam correntes de variada
intensidade e de composições diversas. As ondas musicais anulam-se ao contato
imediato do planeta terrestre, cujos fluidos são muito materiais. É preciso
subir mais alto para perceber os acordes da lira celeste. Há até mesmo seres
que, do ponto de vista moral, são perfeitos, mas que não experimentam as
vibrações.

“Uma educação estética é necessária; falaremos sobre isso mais adiante.”

Massenet

Comentários

O corpo humano é um instrumento complexo e maravilhoso, que se adapta ao meio
terrestre e a nossas múltiplas necessidades. No entanto ele é apenas o
revestimento material, relativamente grosseiro, desse corpo sutil, o
perispírito, de que nos fala Massenet, e que todos nós possuímos tanto durante a
vida como após a morte.

A existência desse perispírito é demonstrada pelos fenômenos de
exteriorização dos vivos e pelas aparições fotografadas dos mortos,
freqüentemente relatadas na Revue Spirite (Revista Espírita).

Esse corpo sutil, admirável por sua flexibilidade e sensibilidade, é o
envoltório imperecível da alma, e como ela, suscetível de purificação e
progresso. Ele vibra aos menores impulsos do espírito e transmite ao corpo
físico as vibrações forçosamente reduzidas. É por isso que na vida do espaço,
tanto durante o sono quanto após a morte, o perispírito experimenta mais
vivamente as influências dos meios onde penetra.

Ele possui recursos mais extensos, meios de percepção desconhecidos pelos
homens, mas dos quais alguns conservam a intuição ao despertarem após o
desprendimento e as viagens espirituais da noite.

Nesse conjunto que constitui o homem, a alma, ou a inteligência, é a nota
dominante. A correlação entre os dois envoltórios, físico e perispiritual, diz
respeito a uma lei única, a das vibrações.

O papel e o funcionamento do perispírito continua sendo um dos mais
interessantes temas de estudo do espiritismo; ele contém em germe todos os
segredos da fisiologia e da psicologia, que serão esclarecidos à medida que
nossas relações com os desencarnados se ampliem e se multipliquem. Através dele
obteremos novos dados sobre as condições da vida no além e em geral sobre o modo
de ação do espírito desprendido do corpo material.

(do capítulo 6 do livro O espiritismo na arte)

Você gostou deste conteúdo?

Todo o conteúdo produzido pela Fundação Espírita André Luiz é aberto e gratuito e, com a sua ajuda, sempre será.

Ao todo são transmitidas 180 horas mensais de programas ao vivo e 240 horas mensais de programas inéditos através de nossos canais de comunicação: Rádio Boa Nova, Tv Mundo Maior e Portal do Espírito. Nós acreditamos que o acesso aos ensinamentos da doutrina espírita muda o mundo, mas manter uma estrutura deste porte é muito caro, por isso a importância do apoio de nossos leitores.

Quando você apoia iniciativas como a nossa, você faz com que pessoas que não podem pagar pela informação continuem tendo acesso a ela.

Ajude o espiritismo a alcançar mais pessoas

Apoie essa causa <3
logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior