Tamanho
do Texto

Para Não se Decepcionar

tigo-300x300

Amílcar Del Chiaro Filho

Algumas pessoas tem nos confessado a sua decepção com o Espiritismo, por não terem encontrado nele, algumas soluções que desejavam, e terem seguido conselhos de espíritos que os levaram a uma situação desconfortável.

Procurando saber quais foram esses conselhos, dados, e as respostas negadas, percebemos que foram sempre problemas que cabe ao próprio homem resolver.

Por exemplo: conselhos sobre aplicações financeiras, decisões morais como, separar-se ou não do cônjuge, conseguir um bom emprego, um modo de afastar alguém inconveniente e outros mais ou menos no mesmo sentido.

Lembro-me de que há uns trinta e cinco anos uma pessoa me disse, que se algum espírito lhe indicasse bilhete da loteria federal, (naquele tempo só havia esta), que seria sorteado num grande prêmio, ele se tornaria espírita.

Rematada tolice de quem não conhecia o Espiritismo.

Vejamos um pequeno trecho de A Gênese, de Allan Kardec, sobre aquilo que os espíritos vem nos trazer: “ Os espíritos não vem eximir o homem do trabalho de estudar, pesquisar; não lhe oferecem nenhuma ciência já completa; naquilo que possam fazer por si mesmo.

Em toda a sua obra, Kardec deixa bem claro que os espíritos não possuem toda sabedoria e conhecimento.  Não basta dirigir-se ao primeiro espírito que apareça e perguntar sobre qualquer assunto.

Há espíritos que são muito adiantados e sabem muito, como a outros medianamente sábios e outros bastante ignorantes, sabendo menos que muitos homens.

Quando não pedimos ao Espiritismo aquilo que não lhe compete dar, não nos decepcionamos.

Que fique bem claro que os espíritos não fazem pelo homem aquilo que compete ao homem fazer.

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior