Tamanho
do Texto

A MUDANÇA DA TRADUÇÃO DO NASCER ‘DE NOVO’ PARA O ‘DO ALTO’

reencarnao_01-300x212

 

Reportemo-nos à coluna “Antes Era Nascer ‘De Novo’, Por Que Hoje é ‘Nascer do Alto’?” (João 3: 3). A tradução do adjunto adverbial ‘anothen’ em grego tanto pode ser em português um adjunto adverbial de tempo (de novo ou novamente) ou de lugar (do alto ou de cima). Mas o que queremos destacar é por que, durante quase dois mil anos, a tradução era é necessário nascer de ‘novo’, e agora, mudaram-na para é necessário nascer ‘do alto’!

Para este colunista e qualquer estudioso da Bíblia que examine bem essa frase: é necessário nascer ‘de novo’, o que é notório é que ela traz à nossa memória a ideia da reencarnação muito aceita hoje e que é, pois, por isso que a modificaram. A explicação é que, mesmo que os tradutores creiam na reencarnação, eles têm que seguir o cristianismo oficial, que ainda não a aceita. E assim, eles, os tradutores, deram um jeito de ocultá-la nessa conhecida passagem evangélica de são João, trocando o adjunto adverbial ‘de novo’ pelo ‘do alto’. E isso que acabamos de ver é apenas um exemplo de outras alterações de textos bíblicos originais para ocultarem as ideias da reencarnação e do espiritismo. Mas em vão, fazem essas adulterações da Bíblia, pois os cristãos de hoje mais evoluídos culturalmente percebem claramente essas manobras dos tradutores para esconderem verdades contrárias às doutrinas dogmáticas que os teólogos criaram ao longo dos séculos.

Os antigos acreditavam que tudo que é matéria surgisse da água. Daí que Jesus disse que é necessário nascer ‘de novo’ da água. Mas depois, falando mais claro, Ele disse para Nicodemos que há nascido do espírito, isto é, mudança espiritual ou moral de vida para melhor, e nascido da carne (João 3: 6), ou seja, dos pais, o que é reencarnação, pois toda criança que nasce tem um espírito reencarnando nela.

Como já dissemos, o adjunto adverbial grego “anothen” admite os significados de ‘de novo’ e ‘do alto’ em português. Assim tanto faz dizer nascer ‘de novo’ ou ‘do alto’ referindo-se ao espírito reencarnante, ou quando já reencarnado, faz a sua mencionada  mudança de vida moral e espiritual.

E queremos reiterar o que já foi dito é que é notório, nesses dois sentidos: nascer ‘de novo’ e ‘do alto’ (‘anothen’) é que, durante quase dois mil anos, os teólogos e tradutores da Bíblia traduziam essa palavra grega “anothen” por ‘de novo’ e que, só recentemente, eles optaram para a troca de ’de novo’ para a ‘do alto’. E, principalmente, queremos destacar que essa mudança foi feita para ocultar a ideia clara da reencarnação contida nesse texto do evangelho joanino. E queremos destacar, ainda, que essa mudança demonstra por si própria que, realmente, a expressão original antiga ‘de novo’ na frase: é necessário nascer ‘de novo’ tem mesmo o sentido de reencarnação que, eles, os tradutores, quiseram ocultar. Não fora assim, eles não teriam feito essa mudança. Mas não foram felizes com essa emenda, pois o espírito reencarnante nasce também ‘do alto’, já que ele vem da dimensão espiritual tida como localizada no alto! E até o Concílio Ecumênico de Constantinopla (553), a reencarnação era aceita entre os teólogos cristãos de modo velado, assunto esse que foi tratado em troca de cartas entre são Jerônimo e santo Agostinho! (Meu livro “A Reencarnação na Bíblia e na Ciência”, pág. 210, Ed. EBM, SP, 2006).

PS: Recomendo “Diversidade – Breves Reflexões sobre Religião e Espiritualidade”, de Joel Antunes, Ed. Pomar de ideias, BH. joelantunespsi@yahoo.com.br

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior