Tamanho
do Texto

Nem Céu, Nem Inferno – Carta de Kardec à Madame Bourdin Granpré

Há um fato histórico muito pouco conhecido da historiografia espírita, que foi o violento abalo na saúde de Rivail ocorrido no dia 31 de janeiro de 1865, com graves e permanentes consequências não só em seu cotidiano, como também no ritmo de seu trabalho. A causa foi a fadiga, excesso de trabalho. Um abalo de graves proporções, que, usando termos de sua época, Kardec afirmou tratar-se de um “reumatismo do coração e pulmões”. Poderíamos cogitar um ataque cardíaco. Nesta carta enviada à madame Bourdin Grandpré, que pesquisava as curas espirituais em Genebra, em busca de ajuda para a melhora de sua saúde, o próprio Kardec o descreveu:

Desde a grande doença que sofri em 1865, causada pelo reumatismo em meu coração e nos pulmões, o lado esquerdo de meu peito permaneceu inchado, e assim que ando, experimento dor e sufocamento que me forçam a parar. Desse modo, toda a máquina está emperrada, exceto a cabeça, que está sempre livre, o que é fundamental para mim, pois é a minha ferramenta de trabalho.”

ERRATA: o número deste documento foi incorretamente publicado como sendo o Manuscrito CDOR Canuto 1865_04_26_AKD_01, quando, em verdade, se trata do Manuscrito CDOR Canuto 1868_04_26_AKD_01.

logo_feal radio boa nova logo_mundo_maior_editora tv logo_mundo_maior_filmes logo_amigos logo mundo maior logo Mercalivros logo_maior